Franquia ou Filial: Qual a diferença?

Franquia ou Filial: Qual a diferença?


Franquia ou Filial ? (franchise or branch) Entenda a diferença: 

Para muitos empresários iniciantes ou aqueles que estão pensando em investir em um restaurante, sempre há uma deliberação inicial sobre se é melhor comprar uma franquia ou abrir a sua própria.

Qual é exatamente a diferença entre franquia e abertura de uma nova filial como parte de uma rede? 

Existem vários aspectos para diferenciar os dois. A principal diferença está em quem dirige ou gerencia o negócio. 

Franquia
Em uma franquia, um terceiro ou franqueado administra o negócio em nome da empresa. 

Franquia é uma estratégia utilizada em administração que tem, como propósito, um sistema de venda de licença na qual o franqueador (o detentor da marca) cede, ao franqueado (o autorizado a explorar a marca), o direito de uso da sua marca, patente, infraestrutura, know-how e direito de distribuição exclusiva ou semiexclusiva de produtos ou serviços. O franqueado, por sua vez, investe e trabalha na franquia e paga parte do faturamento ao franqueador sob a forma de royalties. Eventualmente, o franqueador também cede ao franqueado o direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistemas desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante remuneração direta ou indireta, sem ficar caracterizado vínculo empregatício.

Filial 

Em uma filial, é administrada pela própria empresa. Em outras palavras a filial é uma loja (normalmente comercial) que está subordinada a uma empresa matriz. 

Como funciona a filiação

O comércio filial pode ocorrer de duas maneiras:

Na primeira, a loja já existia como uma empresa independente, até ser adquirida por outra. Assim, apesar de possuir independência de gestão e às vezes até a preservação de seu nome original, precisa mandar uma remessa de dinheiro mensal ou anual proporcional ao lucro adquirido. Em escala maior, um exemplo é a fusão do Itaú com o Unibanco. Essas duas empresas preservam a marca apesar da agregação.

Na segunda forma (a mais comum), a loja filial já foi aberta pela matriz, assim sendo possui comando administrativo direto da central e divulga o nome da empresa matriz. Toda filial deve possuir o mesmo ramo de atividade da matriz exemplo: se a matriz tiver como objeto comércio de alimentos esse também é o ramo da filial. Também fica destacado um valor de capital para a filial, desde que este valor nunca ultrapasse o valor de capital da matriz.

Lucro

Por ser administrado por terceiros, segue-se que o lucro da franquia é dividido entre a franquia e a empresa. A porcentagem de ações depende do acordo entre as duas partes. Para uma filial, por outro lado, todo o lucro vai para a empresa.

Qualidade

Embora a empresa ainda imponha padrões gerais de qualidade aos quais as filiais devem aderir, ainda há uma diferença em termos de gerenciamento. Em uma franquia, a qualidade é monitorada apenas pela empresa. Caso verifique que a franquia não está cumprindo suas normas ou regras (seja na produção de produtos ou serviços, seja na manutenção do espaço), a empresa pode revogar a franquia. Enquanto isso, em uma filial, a empresa mantém diretamente a qualidade. 

Funcionários e salários

Em uma franquia, como os franqueados administram o negócio, seus funcionários não têm relação com a empresa. Em uma rede, os funcionários de cada filial também são contratados diretamente pela empresa. Seus salários também fazem parte da folha de pagamento da empresa.

 Políticas de negócios

Segue-se também que, como a empresa ainda administra as filiais da cadeia, as políticas de negócios são definidas pela empresa. Isso é diferente de uma franquia onde o franqueado é capaz de definir suas próprias políticas de negócios.

Conteúdo relacionado: 

O que é Know-How

Know-how também é frequentemente referido como esperteza, uma pessoa que emprega sua esperteza como sábio. Know-how é muitas vezes conhecimento tácito, o que significa que pode ser difícil transferi-lo para outra pessoa por meio de escrita ou verbalização. 

É o conhecimento prático de como executar alguma tarefa, ao contrário de know-what (fatos), know-why (ciência), ou know-who (comunicação). É muitas vezes entendido como o conhecimento tácito, o que significa que é difícil transferir para outra pessoa por meio escrito ou verbal. O oposto do conhecimento tácito é o conhecimento explícito. O conhecimento processual sobre resolver problemas difere do conhecimento proposicional sobre resolver um problema.

No contexto da propriedade industrial e da propriedade intelectual (IP), corresponde a um componente de transferência de tecnologia em ambientes nacionais e internacionais, coexistente com, ou isolado de outros direitos de propriedade intelectual, tais como patentes, marcas e direitos autorais, sendo um ativo econômico.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Os sites Ygor Freitas Hogwarts Brasil agora tem Canais no WhatsApp 

Acesse nossos canais de Notícias e Ofertas para ficar por dentro de todas as Novidades do Mundo Mágico de Harry Potter, Filmes e Séries. Receba também as melhores Promoções e Desconto da Amazon e Shopee

-> Canal de Notícias no WhatsApp 

-> Canal de Ofertas no WhatsApp